Estudo eletrofisiológico invasivo

O estudo eletrofisiológico é um procedimento que se utiliza de cateteres (fios) colocados dentro do coração para observar ritmos anormais e o modo como eles ocorrem, com o objetivo de indicar o melhor tratamento para aquele problema específico. Tais ritmos podem ser lentos ou rápidos. Durante este procedimento, se houver indicação, pode ser realizado já a ablação por cateter.

Após marcar o procedimento, o paciente

  • Receberá instruções a respeito da alimentação, devendo permanecer em jejum 6 a 8 horas antes de realizar o procedimento, o que permite que tome um bom café da manhã para realizá-lo à tarde.

  • Deverá vir acompanhado por um familiar que o conduzirá até o hospital.

  • Deverá trazer a lista de todos os remédios que estiver usando e os exames que seu médico lhe solicitou até o momento.

  • Receberá instruções sobre parar ou não certos medicamentos antes do procedimento.

A equipe médica responsável pelo procedimento irá conversar com o paciente a respeito de seu quadro clínico e explicará o que é e como é realizado, sendo informado de todos os detalhes, momento em que pode esclarecer todas as suas dúvidas.

Como é realizado o estudo eletrofisiológico

  • No dia marcado o paciente se dirige ao hospital, onde será internado em uma quarto. Deve tomar apenas um bom café da manhã, para em seguida permanecer em jejum até o procedimento, que será realizado no período da tarde.

  • Então, será encaminhado ao laboratório de eletrofisiologia, onde estão os médicos especialistas no estudo e no tratamento das arritmias cardíacas.

  • Lá, será colocado em uma maca especial, deitado.

  • As áreas onde os cateteres serão introduzidos são depiladas e esfregadas com solução anti-séptica. É realizada anestesia local e logo a seguir são introduzidos os cateteres. Usualmente é feito em veia ou artéria do membro inferior direito, na virilha.

  • No momento em que os cateteres já estiverem no local adequado, os médicos farão a indução do ritmo anormal, para observá-lo e para localizá-lo através de mapeamento. Este procedimento dura cerca de 30 minutos.

  • Caso esteja indicado, pode neste momento ser optado por continuar o procedimento com a ablação por cateter.

  • Uma vez terminado o estudo eletrofisiológico, são retirados os cateteres.

  • É então colocado um curativo compressivo, no local onde foram introduzidos os cateteres, que será retirado no dia seguinte.

  • O paciente receberá alta no dia seguinte, estando liberado para as atividades habituais. Desta forma, o paciente fica no hospital por cerca de 24 horas desde o internamento até receber a alta médica. O resultado do estudo eletrofisiológico será comunicado ao paciente e um tratamento específico será indicado pelo médico responsável.

Coisas que você pode e não pode fazer antes do estudo eletrofisiológico

  • Tome seus medicamentos da forma usual, a menos que seu médico lhe dê ordem contrária. Informe nosso serviço se estiver usando remédios que alteram a coagulação do sangue ou remédios usados para o coração.

  • Traga material de higiene pessoal (escova de dentes, etc) para o hospital.

  • Traga os exames que realizou até então.

  • Tome um bom café da manhã no dia no procedimento e a partir de então permaneça em jejum.

  • Não coma nem beba nada após o café da manhã.

  • Deixe os objetos de valor em posse de seus familiares.